Páginas

23 junho 2009

" eu estava em casa "



Saímos em um dia qualquer,
Fomos para um lugar qualquer...

Nos deitamos sobre a grama
E viajamos junto com as nuvens,
Nuvens que eram delicadamente
modificadas pela leve brisa.

Falamos besteiras e demos risadas,
Nos lembramos do passado
E imaginamos o futuro.

Era início de Outono...
As folhas caíam das árvores
fazendo movimentos que lembravam uma valsa.

Então, chega o silêncio.
Que se fez presente para que
não precisassemos mais de voz.
O brilho em nossos olhos,
como se reluzissem estrelas,
nos diziam o que palavras
não conseguiriam expressar.

Depois de um tempo, sorrimos...


E voltamos a sonhar.

4 comentários:

Camila disse...

Ai que lindinho......
:P

Wellington Moraes disse...

Mas q coisa mar linda gente!

:^)

Muito bonito mesmo

Karol Armstrong disse...

Amei o texto todo
mas esse final ...

"Então, chega o silêncio.
Que se fez presente para que
não precisassemos mais de voz.
O brilho em nossos olhos,
como se reluzissem estrelas,
nos diziam o que palavras
não conseguiriam expressar.

Depois de um tempo, sorrimos...


E voltamos a sonhar."

eu até reli e reli
simplesmente adorei *-*

Sergio Luiz disse...

Nooosa....

Bebe, vc é demais.

Abraços.

Desculpa a invasão!